COMPARTILHAR

Após duas explosões seguidas,  terem atingido a área de embarque do aeroporto internacional de Bruxelas na Bélgica, na manhã desta terça-feira, o pânico da população era geral.  Segundo Alphouse Lyoura que trabalha no setor de bagagens dos voos para África um homem gritou palavras em árabe, depois houve a explosão. “Ajudei ao menos sete feridos. Tiraram cinco corpos que já não se moviam. Muito perderam as pernas”. Uma hora depois do ataque ao aeroporto, centenas de pessoas ainda eram retiradas do local. Pouco tempo depois, por volta das 8 horas da manhã, aconteceu outra explosão em uma estação de metrô de Maalbeek, no bairro de Bruxelas onde ficam as instituições europeias. Desta vez segundo a STIB, (empresa de transporte público da capital belga), ao menos 15 pessoas morreram na hora enquanto outras 55 ficaram feridas. Para o procurador federal da Bélgica. Frederic Van Leeuw o atentado teria sido provocado por  “um homem-bomba”. O governo belga decretou luto para os próximos dias por conta das vitimas da tragédia, e elevou o alerta de ameaça terrorista no país, ao nível máximo, a Europa toda está em alerta e a segurança rigidamente reforçada.

Reportagem: Andréa Gomes

Terroristas em aeroporto internacional de Bruxelas Fonte: BBC
Terroristas em aeroporto internacional de Bruxelas, momentos antes após a explosão
Fonte: BBC
Fonte: Emmanuel Dunand/ AFP
Fonte: Emmanuel Dunand/ AFP

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA