Chuvas e ventos com 40 a 60km devem atingir 19 cidades do Estado

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, o vendaval deve atingir a região sul do Estado

O instituto alerta também sobre queda de galhos de árvores, em razão do fenômeno.

Entretanto, em Cachoeiro de Itapemirim a ventania acabou derrubando árvores, destelhando casas e causando falta de energia elétrica em alguns pontos da cidade. Os bairro mais afetados, segundo a prefeitura, foram o IBC, Baiminas e Alto União.

Os municípios que seriam atingidos por esses ventos fortes são: Alegre, Anchieta, Apiacá, Atílio Vivacqua, Bom Jesus do Norte, Cachoeiro de Itapemirim, Guaçuí, Guarapari, Iconha, Itapemirim, Jerônimo Monteiro, Marataízes, Mimoso do Sul, Muqui, Piúma, Presidente Kennedy, Rio Novo do Sul, São José do Calçado e Vargem Alta.

Ventania causa estragos em Cachoeiro

Segundo a Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim, três ocorrências de destaques foram registradas nesta terça-feira, em virtude do vento forte na cidade

No bairro Alto União, o telhado de uma casa antiga desabou e parte dele chegou a ficar sobre a via. De acordo com a prefeitura, não houve vítimas. 

No bairro IBC, próximo ao Cemitério Parque, uma palmeira imperial não resistiu à força do vento e caiu, no final da tarde, atingindo a rede elétrica.

Outra ocorrência registrada no município foi a queda de uma árvore, no bairro Baiminas. De acordo com a prefeitura, ela atingiu um poste e ficou caída sobre a via.

Marinha já havia alertado para ventos fortes

Nesta segunda-feira (20), a Marinha do Brasil emitiu um alerta de ventos que poderiam chegar a 75 km/h no Espírito Santo. No litoral, esses ventos poderiam provocar ondas de até 5 metros de altura.

De acordo com o aviso do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), os fenômenos estão previstos para acontecer entre os estados do Rio de Janeiro, ao norte de Arraial do Cabo, e da Bahia, ao sul de Caravelas.

Segundo a Marinha, os fortes ventos são causados pela aproximação de um sistema frontal, que pode provocar ventos de direção nordeste a noroeste, com intensidade de até 60 km/h e, posteriormente, de direção sudoeste a sul, com intensidade de até 75 km/h

Artigo anteriorEconomia │O setor de serviços da capital paulista tem aumento de 20,9% no 1º semestre
Próximo artigoEdital de Licença Ambiental – LAS
Jornalista formado pela Universidade Ceub - Brasilia/DF. Ex-presidente da Adjori/ES - Associação dos Jornais e Revistas do Interior do Estado do Espírito Santo - de 2013 a 2016

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui