Exemplo são as empresas de base tecnológica que criaram soluções para grandes indústrias capixabas no Programa Findeslab de Empreendedorismo Industrial 

É na colaboração entre empresas, órgãos públicos e privados, para a criação de novos produtos e serviços, que está presente a inovação aberta. E foi com esse propósito que o Programa Findeslab de Empreendedorismo Industrial conectou grandes indústrias a empresas de base tecnológica de todo país: desenvolver solução inovadora que promova melhoria, reduza custos e dilua riscos.   

Com esse olhar, áreas da saúde e meio ambiente fizeram uso da tecnologia como ponte para atender as demandas das indústrias capixabas. Os projetos desenvolvidos no programa podem ser conferidos em cases que mostram um pouco mais como a inovação pode transformar negócios. Abaixo, selecionamos alguns cases. Confira! 

Inteligência regulatória 

Solução com inteligência regulatória e de auditoria médica. Foi assim que a Triágil atendeu a Unimed Vitória no primeiro ciclo do programa. A partir de algoritmos preditivos, cerca de 50% das autorizações passaram a ser feitas automaticamente pela ferramenta, qualificando o tempo do médico auditor, além de minimizar os prazos, desperdícios e custos de judicialização, com autorizações de procedimentos desnecessários e multas impostas pela Agência Nacional Suplementar (ANS).  

Ao oferecer maior agilidade e assertividade na autorização de exames e cirurgias, a operadora contribui para uma melhor experiência de seus pacientes. “Os resultados já alcançados pela solução estão gerando muito valor, pois em média os auditores médicos levavam 2,5 dias para avaliação das solicitações de procedimentos definidos para análise e a inteligência artificial (IA) desenvolvida executa esta mesma análise em 12,5 segundos”, pondera o gerente de Regulação e Relacionamento com Rede, Douglhas Zatta De Moraes, gestor responsável pela condução do projeto na Unimed Vitória. 

Pulseira Inteligente 

Outra solução com foco em saúde e performance- e que está em fase de conclusão – é a pulseira inteligente, desenvolvida pela startup capixaba Dersalis para a Shell Brasil. O acessório é uma forma da empresa gerir a saúde e identificar as situações que sinalizam o estado de fadiga e riscos de queda dos profissionais em setores de petróleo, gás e energia.  

O projeto contou com inteligência artificial para prever com antecedência eventos que geram riscos humanos através da análise de dados vitais em tempo real.  A partir do envio de alertas, mesmo em locais sem conectividade, a pulseira inteligente consegue interagir diretamente com o profissional ao informar estágios gradativos de cansaço e até movimentos bruscos, evitando acidentes de trabalho. 

Processos e sustentabilidade  

O uso da tecnologia como ponte entre sustentabilidade e processos industriais marcou o desafio da startup Termica Solutions com a ArcelorMittal. O projeto de Processos Industriais 4.0 – Tecnologia em Prol da Sustentabilidade criou um sistema de tomada de decisão para otimizar a geração de energia e minimizar a emissão de subprodutos indesejados na combustão, baseado em análise de dados históricos de condições operacionais e emissões.   

Nos resultados, maior velocidade e assertividade na tomada de decisão, melhor aproveitamento dos combustíveis disponíveis, menor dependência da experiência do operador e maior controle sobre os parâmetros ambientais, garantindo menos emissões. “A gente aprendeu muito nesse processo, na prospecção, prontidão e integração de dados. Essa é a oportunidade de ter um primeiro case de uma solução de advanced analytics industrializada que nasceu de um processo de inovação aberta”, afirmou o Gerente de Inovação Digital da ArcelorMittal, Lincoln Rezende. 

Tecnologia 

O programa conecta desafios de grandes empresas a propostas de solução de startups. Para atender ao desafio proposto pela Vale, a Multicast atuou por cerca de um ano no projeto “Plataforma de confiabilidade de dados de manutenção de ativos”. A solução teve como objetivo unificar, padronizar e agilizar a coleta, o tratamento e a integração de dados sensoreados de diferentes fornecedores de IoT, resolvendo um problema crítico de integração de sistemas da Vale com a redução de custos e do tempo para concluir novas integrações. 

A solução encontrada pela Multicast foi aprimorar um produto que já fazia parte do portfólio da startup, o SenseUp Hub, plataforma low-code de processamento, análise e integração de dados em tempo real para a indústria 4.0. “O projeto é escalável e o foco da nossa empresa hoje é evoluir a solução com base na nossa experiência com a Vale. Virou nossa missão evitar que códigos (de sistema) sejam escritos sem necessidade para tratar algo que já foi especificado”, comentou Isaac Pereira, co-fundador e diretor de tecnologia da Multicast. 

Recursos e Inscrições 

Cada projeto selecionado receberá até R$ 200 mil em recursos financeiros, aportados por meio do edital, para serem desenvolvidos. Durante um ano, elas terão acesso à rede de mentores e especialistas para apoio no desenvolvimento do projeto, além de acesso ao coworking e apoio dos laboratórios do Findeslab. O Instituto Senai de Tecnologia (IST) em Eficiência Operacional atuará em conjunto às startups para concepção e desenvolvimento de protótipos. 

As inscrições para participar do terceiro ciclo do Programa Findeslab de Empreendedorismo Industrial estão abertas e vão até o dia 04 de outubro. Para se inscrever e conferir os desafios e o edital completo com as informações, basta acessar o endereço https://findeslab.com.br/programa-de-empreendedorismo-industrial-2021/. É fundamental que a empresa confira a sua proposta para que atenda aos requisitos e se ajuste ao desafio. 

Artigo anteriorEstágios│ArcelorMittal Tubarão abre inscrições para vários cursos em 2022
Próximo artigoEstágio │O Instituto Euvaldo Lodi (IEL) /ES está com 83 vagas abertas para superior e técnico
Jornalista formado pela Universidade Ceub - Brasilia/DF. Ex-presidente da Adjori/ES - Associação dos Jornais e Revistas do Interior do Estado do Espírito Santo - de 2013 a 2016

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui