Cidade entrou em estágio de mobilização

Publicado em 16/05/2022 – 17:28

Uma chuva forte, seguida de rajadas de vento e queda de granizo, atingiu vários bairros das zonas oeste e norte e da região portuária do Rio. De acordo com o Sistema Alerta Rio, houve registro de chuva moderada a forte, com ventos variando entre 52 quilômetros por hora (km/h) e 76 km/h. Às 14h24, houve registro de vento forte na Base Aérea de Santa Cruz.

O Corpo de Bombeiros está na Rua Araújo Lima, em Vila Isabel, na zona norte, onde uma árvore caiu sobre a rede de alta-tensão.

Devido ao temporal, a linha 4 do metrô chegou a ficar interditada, mas, no momento, está operando em horários irregulares, com atraso. Já a Linha 1 do Metrô está circulando entre a Rua Uruguai, na Tijuca e a estação General Osório, em Ipanema.

Pedras de granizo atingiram vários bairros da zona norte, principalmente entre o Maracanã e a Tijuca. Pelas redes sociais, moradores mostraram as pedras de gelo que foram encontradas no terreno e na varanda dos apartamentos. O pátio do Colégio Batista, na Tijuca, e o Clube de Regatas Vasco da Gama, em São Januário, ficaram repletos delas. Houve registro de chuva de granizo também nos municípios de Niterói e São Gonçalo, região metropolitana do Rio.

O Centro de Operações da prefeitura do Rio informou que o município entrou em estágio de mobilização, às 13h35, desta segunda-feira, (16), devido à previsão de chuva moderada, podendo ser ocasionalmente forte nas próximas horas.

Núcleos de chuva entraram pela zona oeste da cidade do Rio de Janeiro e ocasionaram chuva moderada a forte na região. Outros núcleos atuam sobre o litoral Sul e a Baía de Sepetiba e se deslocaram para a cidade do Rio.

O estágio de mobilização é o segundo nível em uma escala de cinco e significa que há riscos de ocorrências de alto impacto na cidade.

A BR-101, no trecho da Niterói-Manilha, pista em direção ao Rio, está com duas faixas de trânsito interditadas, devido à queda de uma árvore e um poste de energia elétrica. Equipes da concessionária Ecoponte, que administra a ponte Rio-Niterói estão no local, junto com a Polícia Rodoviária Federal, que orienta os motoristas.

Fonte: Agência Brasil – Lílian Beraldo / Douglas Corrêa

Artigo anteriorEnem│Inscrições para 2022 terminam no sábado
Próximo artigoEmpregos│Sindicato dos Comerciários de São Paulo oferta 10,5 mil vagas
Jornalista formado pela Universidade Ceub - Brasilia/DF. Ex-presidente da Adjori/ES - Associação dos Jornais e Revistas do Interior do Estado do Espírito Santo - de 2013 a 2016